Neurocoaching

Melhores relacionamentos (casais, familiares)

Parentalidade plena (especialmente para pais de crianças com dificuldades desenvolvimentais)

QUERO MARCAR SESSÃO

Rita Costa, Neurocoach

Apaixonada pela área dos relacionamentos, parentalidade (especialmente para pais de crianças com dificuldades desenvolvimentais), educação e saúde

Neurocoach: coach com cédula S663-2018PT e practioneer em PNL (Programação Neurolinguística) níveis I e II; membro da Sociedade Portuguesa de Coaching SPCP2018-07-3019

Conselheira em Aleitamento Materno

Formadora (Certificado de Competências Pedagógicas) nas áreas de comunicação e desenvolvimento infantil

Gestora e coordenadora de equipa de profissionais de saúde desde 2010: Micro MBA Gestão Empresarial, formação em coaching, liderança e programação neurolinguística para o alto desempenho e formação em recursos humanos

Licenciada em Terapia da Fala, Mestre em Ciências da Fala e Audição, experiência no trabalho com crianças, famílias e profissionais de educação desde 2009

coaching

PLANO TRANSFORMACIONAL

  • Objetivos com planos de ação concretos e tangíveis alinhados para a sua felicidade
  • Encontre as suas respostas e desenvolva a capacidade de construir relações saudáveis e ser feliz
  • Desenvolva a capacidade de comunicar eficazmente e resolver conflitos em todas as esferas da sua vida

O que eu acredito...

Acredito que é a cada um de nós que cabe procurar a felicidade e desde há muitos anos que repito: A vida é bela, o Mundo é lindo, o céu é azul e o sol brilha...

Pode não brilhar aqui mas EU posso procurar noutro lugar, pode não brilhar agora mas EU sei que vai voltar a brilhar!

A minha história...

Desde que me conheço que gosto de comunicar e ajudar, desde que me lembro que era comigo que vinham ter quando queriam uma opinião, uma ajuda, uma nova forma de olhar para as coisas... Muitas vezes mais tarde surgia o "tinhas razão"... Chegou a um ponto, ainda na faculdade, que me vi rodeada de relações tóxicas... Sei hoje que somos a média das 5 pessoas com quem nos relacionamos mais e naquela época o único recurso que tive foi o de afastar essas relações para poder recuperar-me a mim e ser feliz. Ficou uma certa inquietação sobre o que poderia fazer mais...  

Formei-me na área que escolhi, terapia da fala, e recusei a estabilidade para arriscar numa relação até então à distância e rumei à capital. Ouvi muitos nãos, mas sempre acreditando que podia estar mais perto dos sins e, como sempre fiz, não desisti dos meus objetivos. Tive dias em que acreditei mais e outros em que acreditei menos, chorei tantas vezes... Mas levantei-me e um dia esses sins começaram a surgir. A paixão de comunicar esteve sempre presente, com pacientes, com pais, com professores, educadores, com pessoas! Comecei a sentir o reconhecimento pelo que fazia, tive os meus altos e baixos, claro, mas não me impediram de continuar o meu caminho. Na zona de desafio (talvez quase pânico), criei a minha própria equipa, procurei formação complementar em gestão e recursos humanos e hoje coordeno com o maior orgulho a equipa que veste a camisola deste projeto que foi o meu primeiro "bebé" com o qual continuo a aprender e evoluir diariamente.  

Entretanto casei, mudei de casa e tive o meu bebé (há já 3 anos!), que está a crescer tão rápido... Com ele chegaram os desafios da prematuridade, parentalidade e relacionamento familiar! Tornei-me a dada altura e sem querer, uma mãe que grita no momento em que (hoje consigo identificar), ele com 1 ano se punha a correr no sofá e testar os seus e os nossos limites e eu sem saber o que fazer dei por mim a não ser a mãe que queria ser. Este e outros desafios (sonos, birras...) levaram-me a pesquisar mais e então procurei saber mais sobre parentalidade consciente...  

Faltava alguma coisa, eu sabia que faltava, não sabia bem o quê... realizei finalmente o projeto de me tornar conselheira em aleitamento materno, já tendo planeado o coaching que se seguiria (tinha ficado a semente desde 2014, altura em que conheci como coaching e PNL podiam potenciar liderança) e depois PNL veio naturalmente, algo que primeiro estranhei mas depressa aprendi a subsitutir estranho por curioso abrindo um vasto leque de novas possibilidades.

Todos os dias trabalho para encontrar a melhor versão de mim mesma, enquanto mulher, mãe e profissional e descobri que de facto é isto que quero fazer para a vida toda, não apenas para mim mas também para ajudar quem queira encontrar o seu Caminho Felicidade.

Lute com determinação,

abrace a vida com paixão,

perca com classe e vença com ousadia,

porque o mundo pertence a quem se atreve

e a vida é muito para ser insignificante.

Charles Chaplin


O QUE DIZEM SOBRE MIM

Neurocoach

"Decidi recorrer aos serviços de coaching para mudar alguns aspectos na minha forma de comunicar e nas minhas relações. A Rita ajudou-me a ultrapassar os meus receios e a ganhar coragem e confiança em mim mesma. As suas orientações e sugestões, os seus conhecimentos e a sua postura sempre atenta e preocupada com o que realmente importa para mim, permitiram-me traçar planos de ação fáceis de executar, traçar objectivos (e cumpri-los!) e mudar várias coisas que me possibilitam ser uma pessoa mais calma, mais assertiva, mais confiante e mais segura na minha comunicação e forma de viver a vida. E isto tem feito uma enorme diferença a nível pessoal e profissional."

Isabelle Marques

Coordenação de equipa

"Enquanto elemento da equipa de profissionais coordenada pela Drª Rita Costa, só posso agradecer pela forma como nos encaminha para que possamos usar todo o nosso potencial, superar-nos e consequentemente sermos profissionais de saúde mais realizados, seguros e sensíveis aos outros."

Margarida Sabino, Terapeuta Ocupacional

Workshop SOS Comunicação com Famílas

"O workshop foi bastante enriquecedor, na medida em que é uma ajuda para a nossa vida pessoal e profissional e nos permite abrir novos horizontes sobre um tema tão complexo."


Diana Alvar, Professora no Externato Príncipes de Aviz

O QUE FAÇO

  •   Conduzo sessões de neurocoaching para que quem me procura encontre e siga os seus caminhos para a felicidade no sentido de melhores relacionamentos (sobretudo pessoais, com familiares e com filhos) e parentalidade plena, especialmente com desafios desenvolvimentais
  •  Coordeno uma equipa de profissionais de saúde para proporcionar aos pacientes um acompanhamento personalizado e direccionado às suas reais necessidades
  •  Dinamizo workshops em diversas temáticas, sobretudo comunicação (pessoal - relacionamentos, profissional - famílias, equipas) e desenvolvimento infantil
  • Dinamizo encontros de pais sobre temáticas como alimentação, comunicação, linguagem e fala, desafios da parentalidades, necessidades educativas especiais (ex.: perturbação do espetro do autismo...)


EU POSSO, EU QUERO, EU MEREÇO SER FELIZ!